domingo, 26 de dezembro de 2010

Amante procura-se! Ou já não...

Dizem que não há uma sem duas, nem duas sem três e à terceira é de vez. Portanto, agora que já atingiste essa meta, já te posso declarar, oficialmente, meu amante!
E tudo isto por já teres tido o privilégio de me saborear e me dares o prazer de também já me ter deleitado contigo por várias e deliciosas vezes!
Pois é, já me encontrei por algumas vezes contigo. De início, começámos como sempre, conversa no msn, palavrinhas encantadoras e gulosas, posterior troca de contactos e após algumas tentativas para marcar café, lá conseguimos "encaixar" horários para nos vermos cara a cara.
Em tom de brincadeira, tinhas-te apresentado por telefone como baixinho, gorducho, careca. Mas o certo é que, ao vivo, não és baixo nem gorducho e o careca é mais uma opção pessoal do que força da natureza.
É claro que a melhor surpresa foi o teu pau (por mais que se mostrem fotos, nada é melhor do que uma carne tesa e dura bem à frente dos nossos olhos, a latejar de vontade)! E que bem que soube sentar-me em cima de ti, sentir-te entrar centímetro a centímetro, toda eu engolir-te e deixar-me ser enterrada por ti!
Mas melhor soube quando te encaixaste à minha frente, me escancaraste as pernas e me fodeste ainda mais, batendo com toda a tua tesão na minha cona e misturando o som dos meus gemidos com as tuas fortes encavadelas, até me fazeres vir toda!
Da 2ª vez soube ainda melhor, pois o maridinho também esteve presente. Ou seja, toda a deliciosa tesão dos trios estava bem palpável nos meus dois machos gulosos, tal como eu também estava cheia de tesão e ainda melhor o demonstrei, quando te abocanhei o caralho teso, ao mesmo tempo que o maridinho se colocava a jeito para me encher a coninha.

Mas estavas sedento da minha cona e fizeste-me montar essa tua verga tesa, agarrando-me bem nas bochechas do rabo para me puxares ainda mais para ti e entrares mais; as vossas mãos e bocas devoravam-me as mamas; a minha cona engolia o teu pau e as minhas mãos esfregavam o teso pau do maridinho!
E mais uma vez tentámos a tão desejada dp, tu por baixo encavado na minha cona encharcada e o marido a tentar encaixar no cuzinho, já anteriormente besuntado por ti. Mas o teu pau saltou para fora da cona, quase ao mesmo tempo que o maridinho encaixava a cabeça do pau no meu buraquinho apertado, proporcionando-me de imediato um fantástico orgasmo!
Novamente a dp passou para segundo plano, pois o meu cu foi mais forte e continuou a vir-se e a vir-se, deixando-me ofegante com tanta tesão e prazer e fazendo o maridinho encher-me toda de leitinho quente!

E da 3ª vez, lá me conseguiste apanhar bem a jeito para me dares com todo esse teu caralho teso com ainda mais força que até então na cona.


Mas melhor ainda foi quando me puseste de 4, me abriste bem as pernas e me deste tão deliciosa e incansável canzana! Até o sofá saiu do sítio! Mas nada disso importou naquela altura.

O único que interessava era sentir-te deslizar por mim adentro, engolir o teu caralho todo, escancarar a cona para te enterrares com força, querer receber-te em toda a tua pujança de macho guloso! E que bem me agarraste, e me fodeste, e me fizeste gemer, e me fizeste vir! Como um amante deve fazer para satisfazer a sua fêmea no cio!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Ho Ho Ho Feliz Natal!!!



segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Um calorzinho vindo do Sul

Há já algumas semanas que começámos a falar por causa dos posts do blog, mas infelizmente encontravas-te no sul do país, impossibilitando, na altura, uma visita à capital para saciar curiosidades de ambas as partes.
Aqui há uns dias disseste que tinhas que vir este fim de semana a Lisboa e, para meu deleite, sugeriste que nos encontrássemos para um café e finalmente conhecermo-nos cara a a cara, um fã deleitado e a actriz principal de blog tão guloso!
Acedi ao convite e, sábado, lá consegui chegar ao local combinado, um pouco atrasada devido à confusão de trânsito na capital dos consumistas de compras de Natal ;-)
Fomos para um café, onde ficámos mais de uma hora distraídos apenas a conversar, sobre futebol, extraterrestres, gostos pessoais, liberalismos e apetites sexuais. Subtilmente, houve alguns toques discretos por baixo da mesa, que já deixavam antever o próximo passo, desejado e imaginado já por ambos, durante as horas passadas a conversar pela net.


Entretanto, recebo mensagem do maridinho a perguntar onde eu estava e se também se podia juntar à festa. Apanhámo-lo pelo caminho e seguimos para tua casa. Lá chegados, ficámos à vontade na sala, eu e o maridinho, enquanto tu ias ao quarto ligar o aquecedor, peça fundamental (ou não...) nesta altura do ano.
Voltaste à sala e fomos "quebrando o gelo" à volta dum 2º aquecedor perto dos sofás. Tomaste a iniciativa, aproximaste-te e deste-me um beijo quente, suave, macio. O maridinho, por trás, começou a apalpar-me as mamas, o rabo, a subir a saia, expondo-me para ti.

As tuas mãos desceram até à minha ratinha, que já se encontrava quente e molhada de antecipação; os teus dedos começaram a explorar a minha humidade e comecei a sentir o pau do maridinho a latejar encostado a mim. À minha frente, também tu já mostravas sinais evidentes de excitação.

Decidi satisfazer a primeira das minhas curiosidades; comecei a tocar-te por cima das calças e, depois, fui abrindo-as para te sentir por completo, carne na carne. E que carne tens! As tuas fotos já prometiam bastante, mas a realidade superou em muito as expectativas, tanto de comprimento, como de grossura!
Ainda mais guloso que eu, o maridinho empurrou-me sobre o teu pau teso, quase que ordenando-me que eu te mamasse, pedido ao qual acedi pronta e gulosamente, e abocanhei-te a verga em toda a sua extensão, largura e comprimento! E que boca tão cheia com que fiquei, já que metade do teu pau ficou de fora de tão grande seres!


Pelo meio, as roupas lá foram saindo e os corpos ficando expostos, famintos, desejosos de se provarem. O maridinho sentou-se no sofá por trás de mim, puxou-me e fez-me sentar sobre o meu já conhecido pau caseiro. E voltaste-me a dar o teu pau à boca, enchendo-me ao mesmo tempo que também a minha coninha era fodida e os meus bicos das mamas chupados por ti.

O maridinho cedeu o lugar para que eu também te pudesse montar. E que sensação de cona tão cheia quando me sentei sobre ti e me deixei escorregar com o teu caralho por mim adentro! E a tua boca mais uma vez nas minhas mamas, a tua lingua a lamber-me os bicos, eu a dar-te as mamas à boca para as chupares gulosamente...

Decidiste então que seria melhor irmos para o quarto, pois lá estaríamos mais à vontade. Apanhaste-me na cama e puseste-me de 4 para melhor me foderes e poderes apreciar ainda mais a visão que, até ao momento, só tinhas podido apreciar nas fotos.

À minha frente, o maridinho oferecia-me o seu caralho teso para eu ir mamando, enquanto tu me encavavas o teu caralho e me provocavas com as tuas estocadas alternadas entre o bem devagarinho, milímetro a milímetro, e o bem forte, agarrando-me nas ancas e enterrando-te todo na minha cona sem dó nem piedade, exactamente como eu te pedia, para me foderes mais e mais, sem parares!

O maridinho voltou a trocar de lugar contigo, mas desta vez preparou-se para outra parte; besuntou-me o cuzinho com o meu leitinho de cona e começou a enfiar a cabeça aos poucos. E eu comecei-me a contorcer de tesão, a sentir o meu cuzinho ser aberto, rasgado aos poucos.

E com a tesão veio o 1º orgasmo do cuzinho; o corpo a retorcer-se de prazer, eu a sentir-me assaltada por ondas de choque e excitação em cada célula do meu ser, e o maridinho a entrar ainda mais dentro de mim, fodendo-me e enchendo-me de leitinho quente!

Hora da pausa para recuperar um pouco de fôlego, beber uma água, respirar... E eu já com um arzinho de rata saciada, satisfeita por estar a ser fodida por aquele pau tão majestoso!

Mas foi sol de pouca dura, porque o maridinho começou a afagar-me o corpo todo, a deslizar as mãos pela minha pele macia. E seguiste-o nesse passeio, escorregando os teus dedos por mim abaixo, das mamas aos pés, passando pelos braços, coxas, pernas. Ambos se detiveram nos pés e foi duplo ataque, o qual aguentei o máximo que pude, pois estava a ser um delicioso misto de banquete de sentidos, entre a excitação, formigueiro e cócegas. Estas últimas ganharam J

Já recuperados, passámos a outro ataque, desta vez com a hipótese da dp em vista. O maridinho ficou por baixo, eu encaixei-me de seguida e tu vieste por trás, besuntaste-me o cuzinho com vaselina para ajudar a que o teu grande caralho escorregasse melhor!

Mas só entrou a cabecinha (ou cabeçona!) e todo o meu corpo estremeceu assaltado por uma avalanche de sensações indescrítiveis, inexplicáveis, arrebatadoras! E o que gritei, conforme empurravas esse teu caralho mais e mais para dentro de mim! Mas infelizmente ainda sem a almejada dp...

E também eu me empurrei ainda mais contra ti, para poder sentir toda a tua carne a rebentar-me ainda mais o cu, a rasgar-me, a encher-me, a abrir caminho para os orgasmos que se avizinhavam entre os nossos corpos suados, satisfeitos, sedentos, saciados!

E num grunhido final, todo o teu corpo estremeceu num avassalador orgasmo, juntando-se aos meus gemidos de prazer, também provocados por mais um orgasmo intenso, em que o meu corpo se deu finalmente por rendido, após algumas longas e deliciosas horas de prazer e tesão a 3!

Quem sabe no ano que vem, a capital não se desloca ao sul para repetição ainda mais alongada...

domingo, 12 de dezembro de 2010

sábado, 4 de dezembro de 2010

Como aquecer noites frias de Inverno....


Nada como um cachecol quentinho...


...para ajudar a tirar o frio....


...Ou umas luvas para aconchegar bem..... as mãos!

As costas também têm que estar protegidas.

Dizem que é um bom papo. Concordam?


Apetece algo... ou vários algos!

E para terminar, que tal uma lingua aqui....?

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

No comments....

video

Se uma imagem vale por mil palavras, quantas palavras valerão um vídeo...?

domingo, 21 de novembro de 2010

+ 15.000 Visitas!

Atingimos as mais de 15 mil visualizações!

A todos os nossos fãs e visitantes, um muito obrigado por nos virem cá "espreitar" de vez em quando. Deliciamo-nos com os vossos comentários e queremos que nos continuem a inspirar para mais!

Ass: Ele e Ela

sábado, 20 de novembro de 2010

Vamos ao banho?


Nada como uma banheira cheia de água para ajudar a longos e deliciosos momentos de relax....

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Vamos brincar às escondidas...?




Dois dedinhos escondidos... Será que alguém consegue esconder mais alguns....?

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Miau......




Resultado da Votação



Os fãs do blog votaram e eis a cona quente em todo o seu esplendor bem aberta...

Alguém para dar um mergulho nela?

domingo, 7 de novembro de 2010

Cruzamento de blogs

Pois é, tivemos mais um "teste", o último antes do final das férias.Depois de trocas de mail, lá nos conseguimos encontrar pelo msn e falar em tempo real. Foste muito sedutor, palavrinhas meigas e gulosos, num delicioso misto encantador.
Combinámos o cafezinho da praxe num centro comercial em Lisboa; quando lá chegámos, algumas lojas já estavam a fechar, o que nos permitiu irmos conversando mais à vontade. Falámos de tudo um pouco, gostos, apetites, histórias, fantasias, prazeres, etc...
O tempo foi passando e dava para notar que os machos estavam a ficar impacientes, então lá fomos para os carros e seguimos-te até ao teu cantinho acolhedor.
Continuámos a conversa no sofá, mas desta vez mais aconchegadinhos, eu entre os 2 machos, as vossas mãos a começarem a explorar-me pernas acima, o vestido a escorregar, a deslizar cada vez mais para cima.
Os teus dedos procuraram pelo meu canto mais "escondido" e encontraram-me já molhadinha, quente, ansiosa, enquanto eu procurava pelo teu pau teso, duro, com vontade de mim. As roupas começaram a sair, as mãos a explorarem-me mais e mais, a tesão cada vez mais latejante entre os 3. As minhas mamas foram assaltadas por 2 bocas sequiosas, gulosas, dedos já me esfregavam o grelo, deixando-me ainda mais molhada, e aos poucos foram entrando por mim adentro.
Então ajoelhaste-te à minha frente, afastaste ligeiramente o fio dental preto que se interpunha entre a tua boca e a minha cona e começaste a lamber-me, a deixar-me ainda mais molhada do que já estava!
Mas eu também já estava curiosa sobre como serias nu e então decidiste agraciar-me com a visão do teu pau teso, duro, grosso. Até me cresceu água na boca ao vê-lo e abocanhei-o vorazmente, deliciosamente, quase a sufocar. Os teus gemidos continham tanta tesão que só apetecia chupar cada vez mais só para te ouvir e sentir o teu prazer ainda mais pulsante na minha boca!
Então foi a vez de tratar também do maridinho, que se encontrava na outra ponta do sofá, também de pau feito, a ansiar pela minha boca para também o encher de prazer. Entretanto, saíste da sala e voltaste a regressar, já "equipado", e mal resististe à visão do meu rabo apontado para ti. Vieste por trás, lambuzaste-me bem a cona com os meus próprios fluidos e deixaste que sentisse toda a tua fome numa bela canzana!
E que bela entrada foi! Sentir o teu pau todo enterrado na minha cona, sentir-te bater bem dentro de mim, sentir que esse caralho grosso me arregaçava as bordas e, no outro extremo, ter a boca cheia de carne, o pau do marido a foder-me a boca, enquanto me deliciavas a cona com o teu pau a enterrar-se todo em mim!
Realmente, é uma sensação quase surreal sentir-me tão cheia de carne, estar bem aberta e a pedir por mais! Estar a ser bem fodida e a gemer seja pela cona, seja pela boca!
Deslizaste para fora de mim e deixaste que escorregasse para cima do pau do marido e o montasse, enquanto observavas e apreciavas a cena do lado de fora. Mas também querias ser montado, então trocaste com o maridinho e deixaste que a minha cona encharcada te voltasse a engolir o pau por completo, ao mesmo tempo que as minhas mamas te balançavam em frente ao rosto e as ias lambendo.
Por trás, já sentia o maridinho desejoso de me encher o cuzinho e a prepará-lo para tentarmos a tão procurada e desejada dp, mas infelizmente, ainda não foi desta vez que conseguimos. No entanto, o maridinho besuntou bem o meu cuzinho de maneira a enfiar 2 dedos por ele adentro, o que me deu ainda mais tesão, fazendo com que eu me viesse toda no teu pau!
E foi hora da 1ª pausa, para repousarmos um pouco, repor líquidos e trocarmos de divisão.
Foi então que o maridinho se decidiu deleitar com um banquete de rata, deitou-se entre as minhas pernas e começou a mamar-me no grelo como ele tão bem o sabe fazer, como sabe que gosto! E com os dedos a acompanhar, a enterrar, a bater bem fundo na cona, só para eu me vir todinha!
Abriu-me ainda mais as pernas e enterrou-se na minha cona, sem dó nem piedade, cada estocada ainda mais pujante e vigorosa que a anterior! E tu, ali ao lado, o teu pau teso à mão de semear. E à boca. E fui alternando entre o bater-te uma punheta e mamar-te todo, até que eu e o maridinho nos viemos, o leite quente dele a escorrer-me. E vieste logo de seguida para cima de mim, entraste e voltaste-me a foder; a cona só queria caralho, estava desejosa de carne, e satisfizeste-a mais uma vez a fodê-la bem e a deixá-la vir-se ainda mais!
Mas ainda queríamos mais e pediste para eu te montar, ao que acedi prontamente a pedido tão esfomeado perante um pau tão delicioso! Pus-me de costas para ti, virada para o maridinho sentado em frente a apreciar bem todos os ângulos de visão, e deixei-me cair gulosamente sobre o teu pau, saboreando cada centímetro de carne a entrar em mim!
Já há muito que não montava um pau grosso que me roçasse tão bem na coninha molhada e me desse tanto prazer como o teu só quase por entrar a cabecinha, portanto decidi aproveitar ao máximo e foder-te como se não houvesse amanhã! E o maridinho a dar-me o pau dele à boca, ainda com sabor à foda que me tinha dado antes.
Para culminar esta bela noite de tesão, e bem estilo a filme porno, os meus 2 machos do serão deixaram que eu os esfregasse um pouco mais e depois, cada um por sua vez, banharam-me as mamas de leite, deixando-me os mamilos branquinhos da recente esporradela.
Infelizmente, desta vez não temos fotos para mostrar, pois a tecnologia não foi muito cooperante esta noite. Quem sabe da próxima....

Ass: Ela

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Para o nosso fã número um!



Só para dedicar uma foto ao nosso fã número um que nos segue desde Angola, ele sabe bem quem é ;)

Espero que agrade o conteúdo da foto, e não apenas só a uma pessoa


Ass. Ele

domingo, 31 de outubro de 2010

O teste que não chegou a sê-lo

E um dia iria nos acontecer algo que sucedeu hoje, nomeadamente um encontro no qual a pessoa não aparece, nem dá sinal de vida.
E claro que isso é frustrante, afinal se não estão interessados, se têm receio por falta de experiência, etc etc etc, não marquem!
Deste lado as pessoas saem de casa, fazem o seu horário a pensar no encontro e chegada a hora h puff.... e claro telemóvel desligado do outro lado...
Se alguém declara gulodice pelo que vê aqui no blog e desejo de por a boca (e não só) na xixa boa, é de esperar que ao menos apareça...

O que será que leva as pessoas a marcar algo e depois nada?

Se alguém souber de motivos digam ;)

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Ronda de "testes": E que tal no carro...?

Bem, por aqui continuamos de férias e ainda estamos à procura daquele macho tesudo que me encha bem as medidas e me deixe bem satisfeita com caralho!

Hoje foi a vez de conhecermos mais um "candidato" e, nem sei mt bem como, acabámos os 3 no banco de trás do meu carro, em plena luz do dia, com os dedos do excelentíssimo bem enterrados na minha cona encharcada!

Já há algum tempo que não curtia um bom momento no banco traseiro do carro e hoje, após o café da praxe, lá seguimos os 3 pro carro e, mesmo apertados, lá conseguimos curtir uns amassos bem gulosos, sendo que eu fui a mais felizarda dos 3, ao ter a minha cona bem fodida e o grelo bem esfregado pelos dedos gulosos do 3º passageiro, e as mamas bem chupadas pela boca voraz do meu marido!

Apesar de termos curtido por pouco tempo, é uma ideia a guardar e a repetir, mas de preferência num lugar mais recôndito e não tão exposto ;-)

Ass: Ela

segunda-feira, 25 de outubro de 2010









Ela saiu de casa com a xixa preparada para seduzir e dar água na boca ;)
Fomos ter com alguém que conhecemos via internet e, após umas conversas no Msn, passou-se ao café da ordem para ver da empatia e em caso da mesma iríamos passar à acção gulosa.
E após a conversa de circunstância lá fomos até à casa do amigo A, vamos lhe chamar assim ;)

Após o visionamento de um porno onde a DP abundava a torto e a direito, aqui o Ele quebrou o gelo ao tocar nas pernas dela e subir a saia que ela levava, e ai passou-se do 8 apático a ver porno no sofá para o 80 de despir e saltar para a parte gulosa.

E foi a altura em que Ela foi devorada pelas bocas tanto do A como da minha.
Entretanto, Ela também se deliciava com os membros tesos dos 2 machos que passeavam as mãos pelo corpo dela, tocando nas mamas, explorando a cona já a ficar bem encharcada, lamber os mamilos, chupar as mamas, e claro, cair de boca e saborear todo aquele delicioso leitinho de cona!

Após muito sexo oral e manual no qual o grelo já suplicava por perdão de tanta tortura deliciosa, a cona já se tinha vindo e vindo e vindo, sobretudo porque os dedos enterraram bem, abriram bem, chafurdaram bem naquela rata tão molhada, tão deliciosamente encharcada.

Depois chegou a altura de os paus passarem à acção e ambos foderam a cona tesuda enquanto ela gemia e se vinha com eles.

Após a primeira sessão foi hora de pausa dos guerreiros, e eis que passado um bocado a vontade surge de novo e foi hora do trio entrar em acção de novamente.
Muito oral de novo a Ela, muita exploração da rata por dedos a tocarem, molharem, enterrarem, saborearem o deslizar e o quão encharcada ela estava. Ela veio-se, e bem nos dedos (!!!) e depois destes eis que os paus resolveram atacar numa canazna onde Ela bem gemeu e veio-se e veio-se e ....

E por ali terminou a sessão gulosa.
A ver que outras se seguirão e para quando... ;-)

domingo, 24 de outubro de 2010

Olha o brinquedo....


É raro usarmos um brinquedo durante o sexo mas digam lá se não sabe bem vê-la assim aberta?
Já agora alguém tem dicas para aquecer brinquedos deste estilo? É que conas quentes como a dela e brinquedos frios não combinam.
Claro que é bem melhor um pau grande e grosso bem quente a abri-la bem!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Um belo despertar...


Passei por aqui só para deixar esta foto.

Após muito tempo de jejum anal (sim, tenho-me andado a portar mal e não ando a dar o cuzinho ao marido...), um dia destes lembrei-me de lhe presentear o acordar desta bela forma.

Como o cuzinho tem estado destreinado, besuntei-o bem de oleo, bem como ao pau teso do meu macho (tudo isto muito delicadamente sem que ele acordasse ;-) ), e coloquei-me bem encostada à cabecinha dura.

Devagarinho fui roçando o cu no pau, besuntando ainda mais e dando tempo ao meu macho para ir acordando também.
Aos poucos ele foi despertando e eu fui-me deixando deslizar por cima do caralho cada vez mais teso. Ele mal teve tempo de se surpreender, pois o acaralho ia entrando e enterrando cada vez mais fundo e eu a começar a contorcer-me cada vez mais, prestes a ser assaltada pelo primeiro orgasmo, como já há muito não o sentia no cu!
Foi então que me virou numa bela canzana e, como o cu já estava outra vez habituado, enterrou ainda mais aquele caralho duro e teso, batendo e enterrando com força, bem obediente como lhe pedi.
E quanto mais batia, mais eu me vinha, mais eu pedia, mais caralho eu queria!
Ate que ele esporrou todo o leite quente dentro de mim, deixando-me exausta, mas putinha bem satisfeita!

quinta-feira, 27 de maio de 2010

E não, ainda não fugimos...






Só falta inspiração para coisas mais... gulosas...

E que inspiração isto vos dá?

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010


Enquanto não embarcamos em novas aventuras cá vai uma foto de como gosto de ver a minha putinha, bem cheia de caralho!